segunda-feira, 27 de julho de 2009

Monólogo de um fim de tarde



O que mais posso dizer? Será que entende essas minhas manias desconexas e singulares? Essa coisa de falar através das palavras alheias, das músicas de outros? Sei que pode me entender, com algum esforço ou com nenhum, mas sei que pode.

Como eu sei? Ora! Porque vejo que sorri quando eu canto uma música sem olhar nos seus olhos. Sei que percebe que escolhi aquelas palavras pra você ouvi-las. Assisto sentimentos nos seus olhos mansos. Eles vão e vem. Como você quando está ocupado demais. Gosto de ver você fazendo suas coisas tão suas, apenas observar seu andado silencioso, e sua expressão concentrada que me faz ter vergonha de interferir. Por isso permaneço quieta te seguindo com olhos de quem gosta do que vê. E você sem saber faz com que seus momentos sejam meus também. Ou talvez você saiba!

As vezes penso em todas as coisas que já conversamos. E nas suas palavras conhecedoras do mundo. Somos tão diferentes! Já concordamos com isso. Quando? Ah, não sei ao certo. Talvez em uma dessas noites em que deitamos no tapete da sala pra ver TV e conversar. Ou talvez não! Mas o que importa o quando? Você sabe que sou distraída, que não presto muita atenção no mundo. Não, em vez disso prefiro ir por aí perdida entre estrelas, catando versos e sentidos pelas ruas sujas.

Mas sei que você me entende! Ta... Não é sempre que eu sei disso. Na verdade são raras as vezes que eu sei realmente que você entende esse meu jeito aluado. E às vezes é tudo tão certo e necessário que é impossível duvidar que você entende. Por exemplo, agora você me olha como se eu fosse uma criança que diz besteiras. Mas ao mesmo tempo enquanto eu falo do seu olhar, você sorri e me diz que gosta de mim. Você sabe que essa conversa toda foi só pra ouvir você dizer isso!

Sim, eu sei que seria mais fácil pedir. Mas você sabe que sou feita de entrelinhas. Ta admito que muitas vezes não entendo as entrelinhas mas quem é que realmente entende do que se é feito?! Não...eu tenho você pra me entender...

Agora... Diz que gosta de mim?

Também te gosto.

2 comentários:

Princesiiinha disse...

ONW que texto mais lindo!
Vou seguir seu blog :)
Caloura do Portugues diurno né? :D

NaLu Miranda disse...

Opa!!

Caloura sim!!

Que bom que gostou do texto!