terça-feira, 6 de abril de 2010

Intensité


Estive tentando resumir minha personalidade em uma só palavra. E deu essa: Intensidade. Não se engane, estou no começo das minhas descobertas. Mas desde sempre todos os meus gestos, minhas vontades e meu jeito de sentir as coisas deram nessa palavra.

Eu acredito sinceramente que as palavras tem poder, e essa eu acho que é uma boa palavra. Meu jeito "explosivo-reprimido" faz de mim uma pessoa única. Imagino. Só eu sei como eu sinto e vejo o mundo. Quanta cor, e brilho e o que mais puder ser usado pra definir. Quero sempre tudo junto numa coisa só, tudo unido num grande bolo...Quero sempre tudo. Ou nada.

Me canso fácil das pessoas que amornecem. Sabe aquela coisa? Começa fervendo,ou congelado demais. Depois fica morno. Nem aqui nem lá. Eu estou sempre muito quente, e sempre muito fria. Sempre muito. Acho esse jeito das pessoas uma falta de respeito ao que são. Gente indecisa do que é. Desapegada as próprias idéias. Gente sem querer.

Não estou falando de uma escolha. Vou ser intensa e pronto. Não. Estou falando de um traço da minha personalidade, comprovado por pessoas que me conhecem até mais que eu mesma. A sensação de quando gosto de uma coisa sentir o rosto ardendo, e uma súbita vontade de gritar pro mundo que minha posição quanto a determinada situação é essa. Ou quando me desligo do mundo. Aliás isso é só na hora de dormir mesmo. 

Estranho. Eu não sonho. Quer dizer sonho sim. Mas não me lembro deles. Só quando são...intensos. Talvez esse seja o mecanismo da minha mente de se desligar de verdade, afinal ela trabalha a mil por hora sempre. Sempre rápida. E cheia de imagens. Uma verdadeira poluição de imagens e palavras e sensações que eu mesma, por mais que tente, não tenho o mínimo controle. 

Bom, esse texto foi mais uma vontade de falar disso, do que uma necessidade poética. Mais uma explosão. E é bom que acabe assim como começou.

Um comentário:

jefhcardoso disse...

Olá Ana! Hoje é quinta-feira, uma correria. Não repare em minha visita relâmpago, mas venho lhe convidar para ler o novo capítulo de “O Diário de Bronson (O Chamado)” e deixar o seu comentário.

Retornarei com melhores modos e mais tempo. Tenha uma ótima semana. Abraço do Jefhcardoso!